Procedimentos cirúrgicos realizados por profissionais
altamente capacitados.

Tratamento Cirúrgico

Os tratamentos cirúrgicos que oferecemos são realizados no próprio consultório e possuem baixo risco. Os procedimentos são realizados pela nossa equipe técnica e possuem um pós-operatório bem tranquilo.

Cirurgia oral
(dente do siso)

Implante
dental

Enxerto
ósseo

Periodontia (tratamento de gengiva)

Cirurgia oral (dente do siso)

É uma área que envolve procedimentos para corrigir deformidades e males que atingem o interior da boca, nariz, queixo, pescoço e estruturas ósseas atrás das orelhas.
Exodontia
A exodontia é o ato cirúrgico que corresponde a uma extração de dente, ou seja, é remover, extrair, “tirar” ou “arrancar” um dente. A extração pode ser efetuada em qualquer um dos dentes (incisivo, canino, pré-molar ou molar). Devido a alguns problemas de erupção, o dente do siso ou terceiro molar (superior ou inferior) é um dos dentes, muitas vezes, indicado para exodontia.
Extração do siso
Ela é necessária quando este dente nasce com algum problema por conta de sua posição. Em algumas situações o dente do siso não consegue nascer por completo. Em outras ela nasce encoberto por parte da gengiva. Isso pode dificultar a limpeza e causar inflamações graves nestes dentes e nos vizinhos. Os dentes do siso ou terceiros molares são os últimos dentes a nascerem.

Implante dental

Indicado para quem perdeu o dente e a raiz. É feito de titânio, que se fixa abaixo da gengiva numa cirurgia simples e serve de apoio para a colocação de um dente.

O procedimento todo é feito em duas etapas:

Etapa cirúrgica: Um pino de titânio é fixado no osso da mandíbula ou maxilar, que tem o papel de raiz do dente.

Etapa protética: A prótese sobre implante, chamada de coroa, pode ser unitária (para um só dente), múltipla (quando une três ou mais dentes), ou total (todos os dentes).

Protocolo Sobre Implante

O protocolo sobre implante é a colocação de diversos implantes na maxila ou na mandíbula, nos quais serão parafusadas próteses dentárias. É muito utilizada para os pacientes que perderam todos os dentes de uma arcada e que sofrem com as dentaduras. Podem ser usados tanto na arcada superior quanto inferior.”

Melhoras que implante dentário promove:

Digestão: pois a falta de um ou mais dentes faz com que os alimentos cheguem ainda muito grandes ao estômago e com menos saliva, prejudicando sua digestão;
Auto estima: se estiver faltando principalmente um dos dentes da frente, a pessoa fica envergonhada e não deseja abrir a boca para falar ou para sorrir, afetando seu convívio social;
Comunicação: a falta de dentes na boca ou o uso de próteses que estão sempre saindo do lugar geralmente dificulta a fala, interferindo no dia-a-dia da pessoa;
Saúde bucal: porque ao colocar os implantes necessários na boca, fica mais fácil escovar os dentes e manter a boca sempre devidamente limpa.

Enxerto ósseo

É retirado um pedaço de osso de outra área do seu corpo ou é feita a utilização de um material sintético biocompatível para o enxerto ósseo.
É necessário esperar alguns meses para que o enxerto crie um novo osso forte e garanta que o implante fique estável e seguro.
Dependendo do tamanho do enxerto, é possível realizá-lo ao mesmo tempo em que é feito uma cirurgia de implante dentário.
Quando fazer um enxerto ósseo?
Primeiro, é necessário fazer uma avaliação clínica, radiográfica e às vezes, tomográfica do local. Com essa avaliação, é possível indicar o tipo e grau de intervenção a ser feita. É levado em conta o volume ósseo existente em relação ao volume ósseo necessário para um implante dentário e o comprometimento estético e funcional.
Cuidados Importantes
É preciso fazer uma boa profilaxia, que é a retirada de bactérias da boca que possam afetar o procedimento, evitar fazer bochechos, pois podem dificultar a cicatrização, evitar esforços físicos e o consumo de bebidas e alimentos quentes, que podem elevar a pressão sanguínea e causar hemorragias.

Periodontia
(tratamento de gengiva)

Diagnóstico e tratamento de problemas nas regiões da gengiva, ligamento e ossos. Além disso, busca também a prevenção de doenças nessas regiões e a manutenção da saúde bucal.
As doenças nessa região são causadas pelo acúmulo de placa bacteriana e seus coadjuvantes que agravam a doença, tais como tabagismo, diabetes mellitus, entre outros.
Gengivoplastia
O termo gengivoplastia é aplicado quando se pretende alterar por razões estéticas o contorno gengival que circunda os dentes.
O termo gengivectomia refere-se a situações que envolvem a hipertrofia gengival (excesso ou gengiva aumentada). Essa situações são decorrentes de algum estímulo por reação medicamentosa, alterações hormonais ou em casos de pericoronarite, por exemplo.
Gengivite
É uma inflamação da gengiva que pode comprometer um ou mais dentes. Ela é causada pela placa bacteriana (biofilme), uma fina película que adere à superfície dos dentes e deposita-se no sulco gengival quando a higiene da boca não é feita adequadamente.
Sem os cuidados necessários, a gengivite pode evoluir para a periodontite, que compromete todos os tecidos ao redor do dente e promovem sua sustentação, provoca reabsorção óssea, retração da gengiva, compromete a mobilidade e causa a perda dos dentes. 

Fale conosco!

Deseja mudar seu sorriso? Entre em contato conosco pelos nossos telefones abaixo ou preencha o formulário para agendar uma consulta. Não aceitamos convênios.

Agende sua consulta

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Marcas que trabalhamos

CONTATO

Entre em contato conosco. Será um prazer atendê-lo!

Não aceitamos convênios.

NEWSLETTER

Inscreva-se para receber todas as novidades no seu e-mail.

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

REDES SOCIAIS

Siga as redes sociais e acompanhe nosso conteúdo.

ATENDIMENTO PARTICULAR

Seg – Sex das 8h30 às 18h00
Sáb das 8h30 às 12h00

Alameda Campinas, 728,Sala 404 Jardim Paulista – São Paulo/SP